Refinaria Design

Fazer design é fazer perguntas, resolver problemas e construir narrativas visuais

5 perguntas para começar

Por que

Entender qual é o problema a ser resolvido e porque ele surgiu

Como

Pesquisar as primeiras soluções pensadas

Para quem

Compreender quem vai interagir com a solução

Quando

Traçar um cronograma viável

Quanto

Programar um orçamento viável

5 Etapas do Design Thinking

Empatia

Qual é o problema?

 

Entendimento do assunto novo. Investigação, observação, compreensão. Entrevistamos as pessoas, observamos os cenários e participamos da experiência para sentir na pele o que elas fazem. O resultado é um briefing bem construído.

Definição

Porque o projeto é importante?

 

Exploração do contexto humano  isto é o tal foco no usuário – centro de todas as nossas criações. Aqui entra criação de pontos de vista, personas, mapa de jornadas.

Ideação

Como resolvemos o problema?

 

Board de referências, estudo de concorrência, definição das 3 ideias que vamos explorar a partir de brainstorms.

Protótipo

Como aplicamos o que criamos?

 

Experimentação, erro, rapidez, profusão de soluções, criação de algo que mostre a capacidade e potencial do que está sendo oferecido/ criado. Aqui, testamos todas as possibilidades.

Teste

A solução funciona?

 

De todas as maneiras possíveis? Para todos os públicos desejados? Hora de refinar a ideia e partir para a realidade. Hora de observar como o público interage com nossas soluções.

Isto é design thinking! É nossa forma de pensar, de resolver problemas – dos mais simples aos mais complexos. E fazemos isso junto com nossos clientes.

5 Etapas do Branding

Branding está sempre associado a marcas ou produtos. Mas na Refinaria, entendemos que campanhas internas, peças de teatro, identidade visual de eventos e qualquer outro projeto que precise se conectar com pessoas precisa passar pela etapas do Branding. Isso é propósito: saber quais são os valores e o posicionamento de cada ação proposta. Branding é BASE.

LOGOS E SUAS ADAPTAÇÕES

Em termos gerais, é o desenho criado para identificar sua empresa, podendo ou não ser representado por um símbolo associado ao nome da marca. Esse conjunto identifica, por meio de cores, fontes e elementos gráficos, os valores e a mensagem que a organização deseja passar. É motivo de certa confusão no mercado que sempre questiona: é logotipo, logomarca, marca ou logo?

MANUAL DE MARCA

É a maior autoridade numa identidade visual. Quando ele existe, a marca fica protegida de aplicações distorcidas que podem prejudicar a sua reputação. É uma forma criada para que a marca e suas derivações nunca sejam impressas ou divulgadas de maneira diferente da original. Deve constar no manual de marca: Versões em cores e monocromáticas, assinatura vertical e/ou horizontal, padrão cromático, família tipográfica, malha construtiva, redução máxima, área de não interferência e proibições de uso da marca. 

BRAND BOOK

É o manual de marca com personalidade e é o resultado do trabalho de branding. Nele entram conceitos de marketing e uma investigação mas aprofundada sobre a empresa. Fundamental para atuação em marketing digital. Deve constar no brandbook – Missão e visão / Valores / Pilares / História da marca / Diferenciais da empresa / Filosofia / Cultura organizacional / Manifesto (se houver) / Tom de voz / Tipo de linguagem / Manual da Marca. 

PERSONAS

É a personificação do público alvo. A atuação no marketing digital oferece muitos filtros para que a mensagem chegue a quem de fato importa. Por isso identificar as personas que vão interagir com a marca facilita a comunicação. Porque generalizar se podemos focar no cliente ideal? A persona tem nome, idade, hobbies, medos e conquistas. E pode ser mais de uma, o importante é identificar quem são e como falar com elas.

ARQUÉTIPO

É a personalidade da organização traduzida num tom de voz específico para criar conexões verdadeiras com seu público. A atuação das marcas num mundo hiper conectado precisa ser transparente e coerente, por isso é importante definir qual é a sua visão de mundo e quais são seus valores. São 12 os mais conhecidos: o inocente, o sábio, o herói, o fora da lei, o explorador, o mago, a pessoa comum, o amante, o bobo, o cuidador, o criador e o governante.

O Branding é o conceito por trás de uma gestão de marca eficiente. Envolve os valores e as percepções da empresa e o seu posicionamento, que vão gerar uma conexão com o público e influenciar decisões. Por isso, todas as ações relacionadas à imagem da empresa fazem parte deste trabalho – da construção da identidade visual a cada estratégia de marketing. É mais que imagem: é o que você faz para seus clientes que tem um valor inestimável. Qual é a alma do seu negócio?

5 Etapas da atuação online

O CONTEÚDO CERTO NA HORA CERTA

Definidas as personas da marca, vamos planejar a produção de conteúdo de acordo com o interesse de seu público e de acordo com cada etapa da jornada de compra.

REUNIÕES DE PAUTA

Através de reuniões entre a produtora de conteúdo da Refinaria e uma interface da empresa, vamos apurar os assuntos a serem abordados nos posts.

DIFERENTES PLATAFORMAS E FORMATOS

Cada rede social tem um formato de conteúdo que engaja mais. Podemos criar conteúdos únicos e exclusivos para cada plataforma, garantindo que sua mensagem seja entregue da melhor maneira possível para seus seguidores.

SOMOS HUMANOS

Não somos robôs! As pessoas não querem se sentir como alvos que podem gerar lucro para sua empresa: elas querem participar de uma comunicação humana e autêntica. Caso sejamos responsáveis por responder às mensagens do público, agimos como uma pessoa e não como um perfil empresarial.

MEDIMOS NOSSO DESEMPENHO

Medir o desempenho é fundamental para a sustentação da produção de conteúdo para as redes sociais. Apresentamos relatórios com métricas como visualização, engajamento, conversão e informações de comportamento do público em relação a cada conteúdo postado. Daí, retiramos insights poderosos sobre o que, quando e como o seu conteúdo impacta melhor a sua audiência.

Estamos saindo da Idade Média da comunicação e entrando na Idade Mídia. Nessa nova era, seremos tratados como indivíduos e não mais como estatística média de uma população. Isso é revolucionário. Cada um de nós pode influenciar a sociedade. Saímos do lugar de coadjuvantes para um protagonismo nunca antes visto – e isso é para o bem e para o mal. Por isso, a atuação digital é tão importante e construí-la com responsabilidade é um diferencial. Queremos ter relevância de conteúdo. Não queremos falar mais do mesmo. Nossa opção é pela apuração responsável, pela construção de histórias únicas e verdadeiras. Que história você quer contar?

5 etapas dos sites

ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO

Momento de decidir como organizar as partes de uma narrativa de modo a torná-la compreensível. Esta etapa tem a função de auxiliar as pessoas a encontrar o que elas estão procurando. A finalidade é tornar claro o contexto em que o indivíduo ou usuário está.

FRONT END

É a prática de converter dados em uma interface gráfica para que os usuários possam visualizar e interagir. É a “cara” do site, o que aparece para todos. É a consumação do branding.

BACK END

O desenvolvimento de backend é a “parte de trás” do site. São sites com banco de dados. E-commerce, cadastros, inteligência artificial, votações, entre outros, precisam de back-end.

SEO

É um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web. Essas otimizações visam a alcançar bons rankings orgânicos, gerando tráfego e autoridade para um site ou blog.

CONTEÚDO

É o processo de criar, publicar e promover conteúdos personalizados. É importante para a formação de um público fiel por meio da criação e compartilhamento de conteúdo.

Independentemente do segmento, local ou tamanho, ter um site é o denominador comum entre todos os negócios de sucesso. Ele é a presença digital mínima de que uma empresa precisa. O site pode funcionar como um primeiro canal de contato entre seu negócio e seu público. E uma boa primeira impressão é fundamental para que esse visitante se transforme efetivamente em um cliente no futuro. Ele existe para estar bem no Google e para converter nas redes sociais. Ele é o centro da presença digital.

5 canais digitais

SITES

  • Sites
  • Hotsite
  • Landing Page
  • E-commerce

 

Todos com:

  • Arquitetura da Informação
  • Usabilidade (UX)
  • FrontEnd
  • BackEnd
  • SEO

REDES SOCIAIS

  • Instagram
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter
  • Youtube
  • Pinterest
  • WhatsApp

E-MAIL MARKETING

  • Construção de Mailing
  • Templates para ferramenta de disparo de e-mails

BLOGS E E-BOOKS

  • Apuração
  • Entrevistas
  • Artigos
  • Pesquisas
  • Produção de conteúdo para publicações

APPS

  • Aplicativos nativos
  • Web aplicativos
  • Projetos sob demanda

A tecnologia está o tempo todo avançando. Estamos sempre atentas aos novos passos e à construção de futuros possíveis. O que não muda nunca é que toda parceria começa com uma boa conversa! Vamos conversar?